3.1.10

Rua vira lixão em Maringá

Hosted by imgur.com
Hosted by imgur.com
Hosted by imgur.com
A última quadra da rua Rio São Francisco, na zona norte de Maringá, tornou-se um lixão a céu aberto. Ali há desde cachorro morto aos tradicionais sofás, passando pelos mais diversos materiais, num volume que cresce a uma velocidade surpreendente. Parte do lixo fica na própria rua, um retrato desolador da sujeira humana. É área de fundo de vale, a prefeitura tem conhecimento do absurdo que está acontecendo, mas prefere ir lá de tempos em tempos e recolher parte da sujeira, do que impedir que a coisa continue acontecendo.

10 pitacos:

Anônimo,  15:36  

Não tem de recolher não. Gente porca tem de viver no meio do lixo.

Angelo Rigon 15:39  

É que normalmente, como se percebe pelo uso de carros, quem joga o lixo não mora perto. Seria interessante o poder público fazer valer a lei.

Anônimo,  15:56  

Quem espera um salvador não merece ser salvo!

Em suma, se a associação local e os moradores quisessem, ninguém jogaria lixo ali.

Anônimo,  18:36  

sempre é o governo que tem de fazer tudo...ô povo medíocre...povo que espera tudo do governo nunca será um povo evoluido...

Anônimo,  20:45  

Aki na rua atrás do meu predio, os proprios vizinhos jogam lixo num terreno baldio e se a gente tenta intervir ouvimos ameaças, palavrões e etc... A quem denuciar??....Cheguei até filmar um vizinho, e qdo ele me viu.....me atacou com palavrões..Passo todos os dias na frente da casa dele e ele me aponta, me ofendendo como se fosse eu a errada. Coisa de EDUCAÇÂO, que não aprendemos na rua...vêm de BERÇO...

Anônimo,  00:09  

educaçao é o que maringa nao tem mesmo...ppois isso vem do berçco e da infancia. mas como estamos mal servidos de educaçao municipal infantil eis a ai a resposta.. somos envolvidos por vandalos e vamos conviver com vandalos e vem logo a resposta nas casas e na vida dos administradores e polticos de maringa. resposta com vandalismo

Anônimo,  09:47  

falou e disse anonimo das 15:36

Anônimo,  09:58  

Para resolver esse problema é muito simples, basta instalar na cidade pontos de entrega voluntária (PEV), os locais existem e o IAP já noticiou no início de 2009, que já deu o licenciamento para diversos PEVs, basta a Prefeitura limpar os terrenos licenciados e informar à população, é simples muito simples. Não adianta ficar criticando a população, tem que cobrar a Secretaria de Serviços Públicos.

Anônimo,  11:08  

Esse seu *simples* e hilário.Lugar a gente sabe que tem, os restos de construção a pedreira recebe, todo mundo sabe, detritos comuns tem seu destino, todo mundo sabe, o dificil e educar a população para isso....

ROBERTO 10:43  

LIXO NAO ACABA,SO TRANSFERE DE LOCAL PARA OUTRO.
EM CAMPINAS E NO BRASIL É ASSIM.INCLUSIVE,QUANDO COMERCIOS FAZEM PROMOÇÃO.CONTINUA JOGANDO LIXO.CONTAMINA AS MINAS DA AGUA.

Postar um comentário

Vê lá o que vai escrever! Evite agressão e preconceito. Eu não vou mais colocar xizinho; na dúvida, não libero o comentário.

  © Blogger templates 2008

Para cima