4.12.09

Um arrepio na espinha

Corrigido - Uma das vozes dissonantes no STF, contrária à abertura de ação penal contra o senador tucano Eduardo Azeredo (MG) por causa do chamado mensalão do PSDB, foi o ministro José Dias Toffoli, amigo do presidente Lula e ex-advogado do PT. Considerando que Toffoli é o novo relator do recurso de Ricardo Barros no escandoso caso da Tenda dos Milagres, já dá pra perceber como a nova justiça brasileira - aquela partidária, apadrinhada - vai agir. Afinal, Barros é do esquema...

3 pitacos:

Anônimo,  08:25  

Calma Rigon que alguma coisa está mudando. O Alexandre Garcia e demais colonistas da globo descobriram que o mensalão começou com o PMDB, passou pelo DEM, PSDB e contaminou os outros. Enfim, àqquilo que o Roberto Jeferson já havia denunciado e muitos de nós já percebiam.
E disse mais hoje pela manhã. Que em certa viagem junto o Eduardo Azeredo, ouviram na TV notícias sobre o mensalão do PT. E, que estranhou quando o mesmo teria comentado que esse negócio de mensalão não existia, deixando o Alexandre intrigado. Hoje ele diz que compreende o porquê. Ainda bem que o PIG se rende a mais de uma evidência.
Ivan

Anônimo,  09:14  

como assim única voz dissonante?
eu vi o resultado da votação errado? Ou o jornalista não conferiu dados antes de postar a nota?

Postar um comentário

Vê lá o que vai escrever! Evite agressão e preconceito. Eu não vou mais colocar xizinho; na dúvida, não libero o comentário.

  © Blogger templates 2008

Para cima