3.12.09

Indignação!

Hosted by imgur.com
De JC Cecílio - Passando em frente ao prédio do antigo Cine Horizonte, neste domingo, me deparei com uma vista que demonstra a total ignorância, ira e muita burrice do proprietário-demolidor. O letreiro histórico foi destruído provavelmente a marretadas, demonstrando um claro recado de bestialidade. Lamentável falta de cultura, educação e respeito ao bairro, para a população e à memória de uma cidade que sofre a cada dia por trogloditas como este.

[E a administração cidadã, que recuou no tombamento, que deveria ser feito mesmo parcialmente, não se preocupou sequer em preservar o letreiro...]

6 pitacos:

Anônimo,  11:28  

Resumindo: o Horizonte de Maringá foi demolido a marretadas. O que não deixa de combinar com a realidade.

Anônimo,  13:23  

Até onde eu sei o proprietário de um imóvel tem o direito de usar, gozar e dispor do seu bem do modo que melhor lhe aprouver, desde que não prejudique a vizinhança. O dever da prefeitura é fiscalizar o uso social do imóvel urbano, inclusive impondo o IPTU progressivo enquanto nada for edificado no lote.

José Fernando Nandé 13:53  

De longe vejo Maringá e custo a acreditar no que o Rigon Relata sobre o Cine Horizonte. Nasci na quadra ao lado, Neo Martins 580, e vi a glória deste cinema e o início de sua decadência. Conheci o Valter, dono do cine, trabalhei como contínuo no escritório que cuidava da sua contabilidade e que tinha o mesmo nome do cinema, ele ficava ao lado da Casa Estrela. Na época em que a TV engatinhava foi o cinema que mostrou a minha geração, a que cresceu na Vila Operária, que existia um mundo que ia além da Avenida Riachuelo e da Avenida Laguna. Triste ver o patrimônio dos maringaenses sendo assim tão mal tratado.

Anônimo,  16:02  

Perderam a rodo, agora se vingam no cine horizonte.

Anônimo,  17:05  

Eu até entendo que o proprietário não queira ter conservado este imóvel, nem mesmo parte dele, nem mesmo a fachada. É natural que tenha pensado em lucro. Em uma cidade em que não há incentivo para a preservaçãá oo não pode ser diferente. Agora, o que deixa a gente chateado é ver uma secretária da cultura que não defende o patrimonio cultural. Tinha que ter dito ao mesmo que para além do seu direito e propriedade está o direito a cultura, a memória, a história. Um bom arquiteto ou engenheiro poderia propor uma preservação ao menos da fachada, o que não impediria o mesmo de edificar um centro comercial ou até mesmo um prédio. Ele ganharia, não ia ser mais uma destas galerias que tem por aí, visualmente poluídas. Perdeu ele, perdeu a cidade. Alias, como estamos perdendo, esta semana dei uma volta na cidade. Gente estão acabando com a arquitetura, pastilharam o predio da Oba Oba e agora estão fazendo o mesmo com o da Hermes Macedo. Não sobrára nada da paisagem urbana inicial.

Anônimo,  02:43  

Você tá indignado com isso???/ Tem que andar mais em Maringá, ai você vai ver o que é realmente descaso....

Postar um comentário

Vê lá o que vai escrever! Evite agressão e preconceito. Eu não vou mais colocar xizinho; na dúvida, não libero o comentário.

  © Blogger templates 2008

Para cima