15.1.10

A observação do governador

De Roberto Requião, via Twitter, sobre a rebelião na PCE:

- Imaginem o que teria acontecido na penitenciária se os agentes internos estivessem armados. As armas agora estariam com os presos.

13 pitacos:

Anônimo,  14:28  

Quando o governador faz tal afirmação, ele está mais uma vez usando da sua tão detestável ironia, pois sabe muito bem que os agentes reivindicam armas para serem usadas para proteção pessoal fora da penitenciária. Senhor governador, o maior problema nas penitenciárias do Paraná é sua intransigência. É por essas e outras coisas que vossa excelência não é respeitado sequer pelo seu partido (executiva nacional) e sua candidatura à presidência da república é tida como uma bela piada.

Anônimo,  14:39  

Senhor Rexquião, não precisamos mais da sua desinformação para com a população. Nosso porte de arma saiu via decisão judicial. Agora esclareça para aquela que o porte não é para trabalhar no interior da enxovia, e sim para uma proteção urbana (extramuros) - já que posso contabilizar que já se passaram pelo menos 6.000 deliquentes pela minha mão, na situação que ao andar pela rua, encontro no mínimo 3 ou 4 por desses por dia.

Agente Penitenciário

Anônimo,  16:08  

Esse nosso sábio governador não sabe que em carceragem ninguém entra armado, somente a guarda externa porta armas, é lógico, para conter invasões de resgate.

Rogério 16:08  

Não vou dizer que é falta de conhecimento, porque sei que é má-fé. O governador se faz de desentendido. É óbvio que os agentes penitenciários não querem arma para usarem dentro das unidades penais. O problema não é a execução do trabalho em si, mas o período em que o agente está fora do trabalho e que, nas ruas da cidade, encontra com pessoas que estiveram sob a sua tutela na prisão, muitas delas pertencentes ao crime organizado. O problema é que quando o agente penitenciário está fora do serviço, ele anda com a sua família e acaba expondo a sua segurança pessoal e dos de sua casa. É por isso que lei assegura ao agente o direito ao porte de arma, que será excercitado somente por aqueles que comprovarem possuir aptidão técnica e psicológica para tal. Frisa-se: a arma não é para ser usada dentro das penitenciárias e o porte somente será concedido aos que forem aprovados nos testes.
Assim, os agentes não querem que o governo do PR conceda o direito ao porte de arma. O que se quer é que o governo respeite e cumpra a lei, como ocorre nos demais Estados do País.

Anônimo,  16:20  

Este governador está querendo dar uma de "bobinho". Ele esta esquecidinho...
É preciso informar ou lembrar o estimado Governador, futuro candidado a Presidente (rummm), que os PM estavam dentro da PCE desde 2001 armados.
Presos são covardes.

Outra coisa. Dá até para pensar que a ordem de tirar os PM da PCE foi justamente para que agentes penitenciários fossem mortos e humilhados.

As indenizações serão muito altas.

Anônimo,  16:49  

Gente, O Requião tem de sair candidato a presidente sim, pois dai temos a certeza que nos próximos 4 anos ele ficará sem mandato algum devido a perder até da Marina Silva, quanto mais do Serra, da Dilma e do Ciro.
Agora, se ele sair candidato ao senado, corre o grande risco de se eleger. Não sei o que é pior, o Requião no estado falando um monte de bobagem ou melhor que vá pra Brasilia, pois é muito longe do estado.

Anônimo,  17:40  

É GOVERNADOR PODE FALAR BOBAGENS A VONTADE
SEU MANDATO JÁ ESTA ACABANDO, E JA VAI TARDE.
TOMARA QUE REALMENTE SAI PARA PRESIDENTE DO BRASIL,RSRSRSRSRS

AGENTE PENITENCIARIO DO PARANÁ.

Anônimo,  18:51  

Pessoal, o problema não é o governador e sim essa gente que o acessora. É a mesma coisa a gente dizer que os problemas da PEM e do CDP, são culpas dos respectivos Chefes de Segurança. Eles só estão lá para ganhar o deles.

Anônimo,  20:00  

Na minha opinião, penso o seguinte:

Se o agente tratar bem os detentos, com o respeito que eles querem ser tratados, não há porque ter medo de ser assassinado.

Agora, se tratá-los de outra forma, aí sim, vão precisar de pistolas, metralhadoras, escopetas, canhões, bombas, mísseis, dinamites...

Anônimo,  22:35  

Tem outra opção governador... se os agentes estivessem com armas, os presos poderiam estar mortos, hahahahahaaaa...

Anônimo,  06:00  

Isso... vamos desarmar as polícias pq os bandidos podem surpreender os policiais e roubar-lhes as armas. ¬¬

Anônimo,  14:53  

DE todos os comentarios (incluindo o do governador) o mais lucido é o do anonimo das 20:00.
Se os agentes agirem dentro da Lei, nenhum presidiario ou ex presidiario atentara contra sua vida. Tenho um primo que é agente da policia Federal, e ele me disse o seguinte, ja fez muitas prisoes, e não ve necessidade dele andar armado, fora do serviço, pois bandido so mata polciial, quando o policial tambem é bandido, ou num confronto, na hora da prisão, caso contrario qualquer profissional da segurança pode andar tranquilo, e naturalmente sendo honesto com a cabeça erguida....... e desarmado.

Anônimo,  23:18  

Ao Anônimo das 14:53...

Nunca espanquei um preso e sou honesto (nunca aceite e nem vou aceitar propina de ninguém. Sempre agi dentro dos ditames legais, e nem po isso deixei de ser ameaçado? Exceção? Não rotina. A atividade policial é uma profissão impar. Mas quer realmente saber? Torne-se policial ou agente. Dai você vai saber qual a sensação de ter uma faca ou uma arma apontada pra você e talvez pense sobre a questão de estar armado no momento de folga ou não.
Obs: respeito o seu pensamento e defendo o seu direito de dizê-lo, mas não concordo com ele.

Postar um comentário

Vê lá o que vai escrever! Evite agressão e preconceito. Eu não vou mais colocar xizinho; na dúvida, não libero o comentário.

  © Blogger templates 2008

Para cima